Círculos de Pedras

Assim como no resto da Grã-Bretanha, existem vários Círculos de Pedra pela Escócia.
Calanais Standing Stones colourful sky

Quando os primeiro humanos chegaram na Escócia, há 10.000 anos atrás, eles começaram a erigir esses círculos, mas o motivo permanece um mistério. Acredita-se que muitos desses lugares possam ter sido usados para cerimônias religiosas, pois vários desses círculos possuem entradas alinhadas com o início de solstícios e coisas do tipo. Algumas delas também possuem inscrições não-decifradas.

No romance Outlander, que está super famoso por aqui, a mocinha Claire é transportada no tempo quando encosta em uma dessas pedras.

Eles ainda são utilizados por grupos pagãos em cerimônias e festivais, ocasionalmente. Dizem que a energia ancestral contida nesses círculos é muito forte.Ring of Brodgar dawn

Calanais Standing Stones couple beautiful dayMachrie Moor stand stonesRing of BrodgarE aí, qual a sua hipótese?

Anteriores

15 lugares que você não vai acreditar que ficam na Escocia

Próximo

Time-lapse Edimburgo

10 Comentários

  1. Magali de Rossi

    Adorei o seu Blog!
    Sua forma de desenvolver o texto, argumentos e também construção do simbólico, exercem muita afetividade . Não é uma coisa fácil e nem pra qualquer um(a)!
    Uma boa pergunta: Qual a sua hipótese? Nem tudo a ciência explica, nem tudo a filosofia responde. Mas uma coisa é certa, se as pedras existem e pessoas as mantém vivas com seu ritos, certo que há algo que exerce uma força física que talvez, nós, moldados de racionalidade recente tendamos a não entender, por hora! Mas com certeza, os MITOS sempre possuem um ponto de verdade, oque nos permite sermos crédulos nos mistérios além razão, e é isto que fascina.
    Te desejo o melhor viajante do mundo real!
    Abraços

    • Anelise

      Oi!! Muito obrigada pelos elogios à minha escrita! AMO escrever, então pra mim é ótimo saber que também consigo fazer isso de maneira clara e agradável de se ler.
      A ciência realmente não tem muitas certezas sobre os círculos de pedras, apenas boas suposições, devido ao alinhamento deles com o sol/lua e outras evidências físicas e artefatos que encontram nesses locais. Minha hipótese, muito pessoal, claro, é a de que os círculos eram locais de rituais diversos da vida cotidiana deles, locais sagrados que eram usados para todo tipo de interação com o sobrenatural, como funerais, celebrações de solstícios, rituais de fertilidade, cura e magia diversos. E eu acredito que pessoas emanam energias, e que muitas dessas energias emanadas ali, geralmente imbuídas de propósitos similares relacionados ao mundo mágico, podem ainda estar por ali, nessa pedras. Eu gosto de pensar que cada pedra, de círculos ou não, carrega consigo todas as histórias que presenciou, eu isso me fascina.

  2. Magali de Rossi

    Anelise, com certeza escreves além de claro e agradável, você desperta pertença em seus relatos e nos leva até seus sentimentos. Sobre as pedras, creio que além de serem locais de ritos são espaços de ciência milenar. Quando a pesquisa moderna chega a conclusão ( mesmo por vezes não admitindo) de que estas pedras possuem alinhamentos com a movimentação dos astros e estrelas, equinócios, solstícios e demais marcos do tempo, significa que existe verdade cientifica nos povos antigos. Concordo que ali sejam pontos de alta carga de energia, como em outros locais no mundo. Normalmente, neste locais acontecem ” coisas” não comuns para os olhos. Aqui no Brasil no Rio Grande do Sul tem um local assim, feito recentemente que tem o objetivo de conexão com o universo. Com a força vital que une tudo que existe. Parece mágico, fascinante. Tem uma entrevista revelada de Nicola Tesla que saiu recentemente onde ele aborda temas relacionados a campos de energia e suas funções. Bem legal! se tiver um tempo leia, vale a pena. Imagino o quanto de histórias aquelas pedras tem dentro de si, se falassem? Grande abraço!

    • Anelise

      Oi Magali! Concordo com você que existe uma verdade científica nos povos antigos. Eu não subestimo a dimensão do conhecimento deles, e espero que um dia a gente consiga entender e desvendar todos esses mistérios que ainda permanecem. Vou procurar essa entrevista que você citou, fiquei interessada, obrigada pela dica!

  3. Helen Lemos

    Anelise, adorei seu blog! Estou me preparando para viajar para o Reino Unido no próximo mês. Claro que coincidência ou não, acabei me deparando com a Série Outlander e amei a história…especialmente a parte romântica de um highlander lindo, forte e apaixonado pela linda Claire. Mas voltando aos círculos de pedra… hipóteses científicas à parte, pressinto que nesses lugares foram e ainda são realizados rituais por pessoas que acreditam no que estão fazendo, enviando energias positivas ou negativas, isso é um detalhe importante. Visitei a rota maia há alguns anos e me deparei com cidades onde os maias realizavam rituais de sangue, sacrifícios humanos, entre outros tipos de magia. A coisa ficou meio difícil, porque fui envolvida por energias muito fortes, medo, raiva, muita injustiça, coisas ruins aconteceram naqueles lugares e pude ver que as pedras guardaram todas essas energias. Teve gente no meu grupo que não sentiu nada, mas outras passaram mal como eu. Outro lugar que me atingiu como um raio foi o túmulo de Tutankamon no Egito. Aparentemente um lugar apenas turístico, mas de onde eu saí depois de dez minutos de visita quase andando de quatro. Fui para o hotel e tive um embate terrível por sete horas com alguma coisa muito forte que me causou fortes dores de cabeça, vômito, arrepios violentos, pensei que ia morrer. Fiquei embaixo da água do chuveiro por várias horas para poder diminuir os sintomas da ‘virose’??. Tudo o que sei é que sete horas depois, a coisa foi embora. Simplesmente me deixou. Não me pergunte o que era. Não posso afirmar nada, só sei que essas energias são muito poderosas porque se acreditam ainda vivas. E a magia no Egito é uma das mais poderosas por que lidava com o Pós Vida. Desculpe o falatório, na verdade adoro conversar! Agradeço pelo seu texto! Espero encontrar energias mais leves nas terras no Norte! Amo muito aquele lugar!

    • Anelise

      Oi Helen! Também acredito que as energias permanecem nesses lugares. Senti algo bem estranho em Clava Cairn, mas não sei explicar, achei pesado, estranho. Já um outro círculo que fui, em Aberdeen, me passou paz. Percebo isso nos castelos também, em alguns dá mais vontade de ficar e em outros dá vontade de sair correndo, independentemente de arquitetura. Não lembro de ter ido ao túmulo de Tutankamon, mas lembro que o interior da pirâmide de Queóps me deixou super enjoada e com mal-estar. Você tem razão! Obrigada por ler e comentar! Beijos!

    • Mirte Vânia Ribeiro barbosa Pacheco

      Nossa que incrível e assustador. Eu também acredito muito em energias positivas e negativas. As vezes sinto q não sou apenas desta época em q vivemos. Existem coisas q me emocionam demais . Sinto q já vivi em época de muitos guerreiros. Pode parecer bobagem. Pena não ter condições financeiras , falar inglês e também tempo para fazer uma viagem para os países europeus então fico muito feliz e fazer isto pelos meios q me sao possíveis e amei o seu depoimento .Deus te acompanhe sempre nessas suas aventuras . Meus parabéns a você Anelise. Muito sucesso!

      • Anelise

        Oi, Mirte,
        Não é bobagem não, tem sensações que a gente carrega na alma, e um dia conseguiremos entendê-las completamente.
        Obrigada por ler e comentar!!

  4. Alessandra

    Seu blog é muito bom! Você escreve de um modo especial, divertido, interessante de se ler até o fim. Parabéns.

Deixe uma resposta

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén